Tipos de disfunção erétil

xtrasize bula

A disfunção erétil acontece quando o pênis não fica ereto com estímulos, ou seja, o homem tem excitação, mas o seu órgão não responde.

Podendo ser diagnosticada tanto em pessoas mais novas quanto nas mais maduras, essa condição pode ser tratada e até curada.

Quando identificar a disfunção erétil?

Esse diagnóstico só cabe quando o homem tem uma dificuldade crônica na hora de se relacionar sexualmente.

No caso de ele estar cansado, estressado, com algum mal-estar ou mesmo triste, a impotência é apenas algo isolado e que não deve preocupar nem o homem nem seu (ua) parceiro (a).

Quais são as diferenças entre os quadros de disfunção erétil?

Existem três tipos de disfunção: psicogênica, orgânica e mista. A psicogênica não está associada a outras doenças, sendo um problema limitado ao aparelho reprodutor masculino.

Já a disfunção orgânica é aquela que está relacionada a outras condições do corpo: entre 10% e 20% são de correntes de distúrbios neurológicos, entre 60% e 80% são decorrentes de doenças vasculares e entre 5% e 10% são por causa de problemas hormonais.

O terceiro tipo de disfunção erétil é o misto: nesse quadro, o homem tem um entrave psicológico e, ao mesmo tempo, alguma condição orgânica.

Saber qual é a classificação de cada paciente é indispensável para que o médico urologista prescreva o tratamento correto.

Como é feito o diagnóstico de cada um dos tipos de disfunção erétil?

O urologista faz o diagnóstico da disfunção erétil e do seu tipo de duas maneiras complementares: conversando com o homem para determinar como é a sua vida sexual e as doenças crônicas que ele possa ter e fazendo exames clínicos.

Se for detectado que a disfunção erétil é a psicogênica ou a orgânica, ele prescreverá medicamentos e, eventualmente, o acompanhamento com mais algum especialista.

Para a disfunção classificada como mista, o urologista também indicará um psicólogo e cabe dizer que sem essas sessões de terapia o tratamento fica incompleto.

O que se usa no tratamento da disfunção erétil?

Estimulantes

As técnicas para tratar da disfunção erétil variam: para muitos, os comprimidos estimulantes são o suficiente para que a vida se torne satisfatória.

Atualmente existem no mercado opções como Power Blue, Erectill, Maca X Power, Xtrasize funciona mesmo, entre outras possibilidades.

Os efeitos desses produtos têm sido elogiados pelo público masculino, a exemplo desse depoimento em vídeo que está aqui registrado. Para acompanhar o relato, basta acessar esse link: https://youtube.com/watch?v=S5ZnlTSl5K8.

Cirurgias e injeções

Enquanto isso, outros homens precisam de alguma intervenção cirúrgica, havendo até a possibilidade de colocar uma prótese peniana.

Há também pacientes que são tratados da disfunção erétil com injeções. É só o homem aplicar nele mesmo com determinada antecedência à relação sexual.

Esse método é chamado de injeção intra-cavernosa e pode ser de longa duração: isso significa que a pessoa estará apta a se relacionar sexualmente por até 36 horas, desde que ela seja estimulada para isso.

Além dos tratamentos que o urologista pode prescrever e do acompanhamento psicológico, é fundamental que o homem deixe o fumo e o sedentarismo, além de manter o seu peso dentro do indicado para a sua idade.

Caso esse homem tenha problemas vasculares ou outros, deve realizar um tratamento conjunto com o especialista, pois isso também afeta a saúde do sistema reprodutor e a vida sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *